Home»Sem categoria»Minhas andanças com o teatro

Minhas andanças com o teatro

2
Ações
Pinterest Google+

Em 1975 ficamos um mês em Paris esperando o conserto do cenário da peça “Autos Sacramentales”, produzida pela Ruth Escobar e dirigida pelo Vitor Garcia. Voltávamos do Irã, onde tínhamos nos apresentado no ‘Festival de Shiraz’ sem cenário e vestidos (a proposta era todo mundo nu, imaginem Dionísio Azevedo, Sergio Britto, Pitanga, Célia Helena,eu, Gésio Amadeu, Leina Crespi e mais uns quinze nus), porque a censura persa proibiu o nu. Como o conserto não foi possível a Ruth dispensou o elenco. Resolvi visitar uma amiga brasileira que morava em Roma. Ela estava passando o fim de semana em Veneza e sugeriu que eu fosse encontra-la la’. Eu tinha a carteirinha do Students Travel Bureau e fui procurar a agência.Queria comprar uma passagem no Expresso do Oriente que ia de Paris a Istambul, passando por Veneza. Sabia que era no Boulevard de Saint Jacques mas não sabia o número.Fui andando. Quando vi um jovem com cara de estudante arrisquei:

S’il vous plait, vous savez ou est la agence de etudiants?

Ele: Do you speak English?

Eu:I speak spanish.

Ele: Ah, bueno, jo soy portugues.

  • Walter Cruz e Ator de Cinema, Teatro e Televisão.
Postagem anterior

Amigos 'investigam' morte de músico erudito. Principal testemunha está desaparecida

Próxima Postagem

Ícaro,cuidado

1 Comentário

  1. Lazaro JOSÉ Sawaya Donadelli
    12/03/2017 em 12:08 — Responder

    Creio que a partir daí as dificuldades tornaram-se maiores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *