Home»Notícia DA HORA»Datena: “Se for apoiado pelo Bolsonaro, saio pelo partido que ele for / Lula livre: Celso de Mello sinaliza que votará pela anulação dos processos contra Lula e o placar seria 3 a 2 contra Moro/

Datena: “Se for apoiado pelo Bolsonaro, saio pelo partido que ele for / Lula livre: Celso de Mello sinaliza que votará pela anulação dos processos contra Lula e o placar seria 3 a 2 contra Moro/

2
Ações
Pinterest Google+

 

José Luiz Datena disse ao Estadão que se de fato receber apoio de Jair Bolsonaro para a disputa pela Prefeitura de São Paulo, será candidato pelo partido que o presidente escolher.

“Se sair apoiado pelo Bolsonaro, saio pelo partido que ele for. Claro que sim. Mas não seria afinidade partidária”, afirmou.

Sobre o apoio de Bolsonaro, o apresentador disse:

“É um apoio significativo. Na última pesquisa XP/Ipespe que saiu, ele continua sendo o principal influenciador da eleição em São Paulo. Não é o João Doria.

Lula Livre 

O ministro do STF, Celso de Mello, decano da corte, é o ponto de equilíbrio da casa. Normalmente pende em votações pela constitucionalidade e algumas vezes está a favor da Lava Jato. Seus votos, normalmente, são muito bem embasados e considerados os mais equilibrados. Sempre encerrando o julgamento, por ser o decano, nesse caso, servirá de voto de minerva, já que será o último a votar.

A casa, neste momento se mostra em divisão forte, quanto a legalidade da operação Lava Jato e o pedido de suspeição do ex-super-juiz e atual ministro da Justiça de Bolsonaro, Sérgio Moro, deve ser julgado nas próximas semanas. Caso a maioria vote pela suspeição, todos os processos que correm na república de Curitiba serão extintos e podem seguir para o TRF de São Paulo, inclusive, por decisão de um outro recurso parado no STF.

O pedido de suspeição se encontra em 2 a 2 na segunda turma do STF e conta apenas com o voto de Celso de Mello, como desempate. Segundo informa o jornal Estado de São Paulo, os ministros afirmam que o julgamento será retomado somente quando o voto de Celso de Mello esteja realmente amadurecido, ou seja, haja convicção suficiente de que Moro é suspeito no caso. Na retomada, caso seu voto seja pela suspeição, o placar seria 3 a 2 e configuraria a maior e mais forte derrota de Sérgio Moro.

Com A Postagem e Estado de São Paulo

 

   That’s all, folk …Gilson Filho é jornalista e editor deste Blog MTB 17114/6

Postagem anterior

Prefeitura de SP promete festival com peças censuradas pelo governo Bolsonaro / Artistas também protestam no Rio de Janeiro / Blog do Gilson Filho /

Próxima Postagem

Segunda instância: critério de Toffoli foi poupar Moro? / Tereza Cruvinel/ Blog do Gilson Filho /

1 Comentário

  1. Nina Caliento
    15/10/2019 em 15:40 — Responder

    Estou adorando os.artigos, super relevantes.
    Valeu Gilson!!
    Nina Caliento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *