Home»PAUTA POLÍTICA»PSB decide: Vai apoiar Ciro Gomes Presidente/ Agora no Blog do Gilson Filho/

PSB decide: Vai apoiar Ciro Gomes Presidente/ Agora no Blog do Gilson Filho/

2
Ações
Pinterest Google+

 

Desde que lançou Ciro Gomes como candidato à Presidência da República, o presidente do PDT, Carlos Lupi, disse que seria necessário buscar uma aliança com outras forças.

Para não ficar “solteiro” nas eleições de outubro, o PSB decidiu apoiar a candidatura de Ciro Gomes (PDT). Em reunião ocorrida nessa quarta-feira (28/6), governadores pressionaram o partido a unir forças com Ciro, ainda que a reunião de Executiva nacional tenha sido adiada. A coalizão entre pessebistas e pedetistas ocorreu endossada pelo governador Márcio França (PSB), mas foi definida mesmo pelos caciques pernambucanos que se encontraram com o candidato nas últimas semanas. Entre eles, o vice-presidente nacional do PSB, Paulo Câmara, governador do estado. A informação é de Bernardo Bittar/ Correio Brasiliense.

 

Fechar com o PSB era uma tarefa a ser cumprida cuidadosamente, ainda mais depois que o partido anunciou um namoro discreto com os tucanos. O ex-governador de São Paulo e também candidato ao Planalto, Geraldo Alckmin (PSDB), disse até que subiria nos palanques de França para reeleição como governador do estado. Foi Márcio França, aliás, que tratou de costurar o relacionamento dos pessebistas com Alckmin, rejeitado por parte dos filiados.

 

“O Márcio queria fazer coalizão com o Alckmin mas não deu certo, eles não queriam ceder um vice. Essa conversa com Ciro parece ter deixado essa possibilidade mais aberta, mas quem definiu a aliança foi Pernambuco. São Paulo estava inclinado a continuar negociando, mas não dá mais tempo. Estamos em cima da hora. Não adianta dizer que o eleitor só vai se interessar pelo pleito em agosto”, detalhou um dos dirigentes do PSB.

A assessoria de imprensa do PSB, entretanto, disse que “nenhuma decisão será efetivamente tomada sem que haja reunião da Executiva Nacional”.

Outras forças

Desde que lançou Ciro Gomes como candidato à Presidência da República, o presidente do PDT, Carlos Lupi, disse que seria necessário buscar uma aliança com outras forças. Colocou-se à mesa a ideia de aproveitar a falta de um candidato petista para angariar os votos que seriam de Lula. Um dos obstáculos neste plano era evitar a rejeição dos anti-lulistas, considerados parte do quinhão de eleitores de Ciro, esquerdista inclinado para o centro.

Uma das ideias é aproveitar o tempo de tevê do DEM. O candidato oficial do partido é o presidente de Câmara, Rodrigo Maia, que tem menos de 1% de aceitação nas últimas pesquisas. O político fluminense deve acabar tentando a reeleição como parlamentar e, por isso, tece novas possibilidades. Entre o leque de opções estaria Ciro.

 

Em Ribeirão Preto

 

Falei pela manhã com o vereador Linconl Fernandes, presidente do Diretório local do PDT. Fernandes disse que aguardava resultados da reunião da executiva nacional, para tomar as providências no lançamento da campanha Ciro na Macrorregião de RP.

Consta ainda que o apoio deve favorecer o Governador Marcio Fortes, uma vez que, terá a imagem desligada de Geraldo Alckmin, que atualmente não está pagando nem placê nesta corrida ao Alvorada.

GF

Postagem anterior

Ibope: Lula lidera com 33%, Bolsonaro tem 15% Ibope/ Blog do Gilson Filho/

Próxima Postagem

Notícia da Hora/ Marco Aurélio concede habeas corpus a Eduardo Cunha/ Deputado continuará preso/ Blog do Gilson Filho/

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *